Dicas de Saúde

Sete cuidados com a sua escova de dentes

Publicado em: 09/02/2016

Pensar que a escova de dentes está sempre limpa, por ser constantemente lavada ou enxaguada, é um erro comum. A boca é a parte mais suja do corpo humano, constantemente infestada de germes, que podem se proliferar ainda mais com uma má higiene bucal. Sendo assim, nossas escovas de dentes estão contaminadas por vírus, bactérias, sangue, células mortas, restos de alimentos e até coliformes fecais. Com o objetivo de evitar (ou diminuir) a presença desses dejetos e microorganismos, elaboramos essa lista de cuidados com a escova de dentes.


1. A escova: Prefira escovas mais simples, de cabeça pequena e com as cervas retilíneas e macias. Não confie nas“inovações” da indústria odontológica, que constantemente surge com novas tecnologias para te fazer consumir novos produtos. O que conta não são as cerdas posicionadas estrategicamente ou a cabeça emborrachada, mas sim um instrumento que alcance todos os dentes. Uma escova simples cumpre com sua função primordial e ainda é mais fácil de limpar.

2. Não compartilhe a escova: Não existe objeto mais pessoal que uma escova de dentes. Fazer isso pode o ocasionar também o compartilhamento de microorganismos. Também não deixe a sua escova muito próxima de outras no banheiro. Pode haver transferência de bactérias de uma escova para outra, podendo desencadear em contaminações cruzadas.

3. Troque a escova regularmente: É evidente que, com o tempo, a escova vai se desgastando. As cerdas ficam gastas e tortas, comprometendo sua eficácia. Além disso, quanto maior o tempo de uso, maior a proliferação de bactérias. É recomendável que se troque de escova pelo menos a cada 3 meses.

4. Lave a escova antes e depois da escovação: Lavar a escova antes de escovar os dentes remove germes que estão na escova. Após, deve-se dedicar uma atenção extra à remoção de pedaços de alimentos. Se possível, dê uma última enxaguada com antisséptico bucal.

5. Guarde a escova em pé: Dessa maneira, a água remanescente na escova após o enxague escorre, diminuindo a umidade, que contribui com a proliferação de bactérias.

6. Após resfriado, gripe ou infecção bucal, troque a escova: Como medida preventiva, é recomendado que, após alguma dessas complicações, a escova de dentes seja substituída. Isso porque os germes, vírus ou bactérias remanescentes da doença podem estar impregnados nas cerdas, aumentando o risco de uma nova contaminação.

7. Não use soluções caseiras: Não dá pra acreditar em tudo que se lê na internet. Não é recomendável colocar a escova de dentes no micro-ondas ou na lava-louças, isso pode danificar o material e influenciar na eficácia da escovação. Atenha-se às dicas que estabelecemos aqui.



FACEBOOK:



YOUTUBE:

acesse nosso canal no youtube


Sobre Nós

A click odontologia é especialista em odontologia, mas o nosso blog é especialista em saúde. Aqui você vai encontrar informações sobre tudo, desde dicas de dietas até como prevenir e o tratamento de determinadas doenças. Uma boca saudável é extremamente importante, mas um corpo saudável é mais ainda. Para isso que estamos aqui, te ajudar a manter a saúde em dia. Para cuidar dos dentes, conte com nossa clínica. Para cuidar da saúde, leia nosso blog.


Cadastre-se

Cadastre seu e-mail aqui e confira sempre nossas atualidades e novidades.